Apresentação

O Tango como baile nasceu nos subúrbios, onde homens e mulheres bailavam apaixonadamente abraçados. Banido por incitar a luxúria, o Tango era bailado em lugares escondidos até o início do século XX. Bailava-se Tango em locais noturnos, como boates, mas rapidamente passou para os salões populares. Até meados do século XX, era dançado em cabarés de luxo e nas chamadas “milongas”, em clubes de bairros suburbanos de Buenos Aires.

A fama internacional desta dança e a possibilidade de ser apresentada em shows com fama mundial cresceu a exigência de coreografias mais audaciosas, introduzindo figurinos de ginástica e da dança clássica. O tango então, quase deixou de ser bailado a partir dos anos sessenta em Buenos Aires. No entanto, na década de oitenta, recebeu um novo impulso graças ao sucesso do show Tango Argentino, primeiro em Paris e depois na Broadway, gerando uma “tangomania” em todo o mundo.

Assim, floresceu as academias de tango e as pessoas ao redor do mundo começou uma peregrinação em busca de lugares para bailar o tango, especialmente em Buenos Aires, promovida turisticamente como “la capital del tango”.

Durante os espetáculos, se diferenciavam os estilos “tango de escenário” (de palco) e “tango salão”. Mas, acima de tudo, o tango deve ser bailado como uma linguagem corporal, que transmite emoções pessoais para o parceiro.

Um estilo de tango, o tango argentino, realiza o milagre de inserir a figura do abraço. Este é o segredo do seu sucesso, esta é a principal inovação que oferece ao mundo.

O tango transcende e atinge os corações daqueles que assistem os dançarinos, porque colocar os sentimentos na dança é obviamente, a qualidade de sua coreografia.

Cada estrofe musical, cada passagem, cada tango tem momentos diferentes, não será possível dançar um tango seguindo um padrão idêntico para toda a melodia. Há cadências, triste, feliz, sensual, eufórico, silencioso ou um crescer-diminuir na música, e isto expressa sentimentos e estes são os dançarinos que carregam em seus pés e em seu corpo inteiro.